ACADEMIA DE CONDEIXA DEFINE A SUA ESTRUTURA, A AMBIÇÃO CRESCE

0 456

A Academia de Desportos de Condeixa definiu toda a estrutura técnica para a temporada que se avizinha e que será de estreia para o novo emblema condeixense nas provas de futsal da Associação de Futebol de Coimbra.

Serão, ao todo, 10 as equipas que irão evoluir na próxima temporada cujo arranque está, naturalmente, condicionado pela actual situação provocada pela pandemia de Covid-19. Comparativamente com o projecto que transicta do Núcleo SCP Condeixa, mantêm-se todos os escalões, sendo que no escalão de juniores a Academia irá apresentar-se com duas equipas.

«O nosso objetivo passa por dar continuidade ao trabalho de formação que temos efetuado ao longo destes 9 anos, sendo que os nossos primeiros jovens atletas que iniciaram o projecto em 2011, são agora juvenis e juniores. Depois ambicionamos ser uma referência a nível distrital e nacional», referiu João Oliveira.

Num grupo de trabalho muito idêntico ao dos últimos anos, entram dois treinadores com vasta experiência na modalidade: António Faina (será coadjuvado por Ruben Henriques na equipa de juniores B) e Nuno Pestana (benjamins) que terá o apoio de dois jovens atletas juniores (João Nunes e Rodrigo Fernandes). De resto, haverá ainda mais três atletas sub-20 na estrutura técnica. Diogo Costa e André Vilas Boas integram o grupo de petizes e traquinas com Arlindo Matos e Mariana Vasconcelos, enquanto Leandro Pires continua a trabalhar com Flávio Silva (infantis). Nos iniciados, Hugo Mariano encabeça a equipa técnica que conta com Anabela Marques e Joel Fernandes. Nos juvenis, João Oliveira será o responsável e será auxiliado por Rui Vale, já nos juniores A mantém-se Pedro Fafiães que tem a seu lado o regressado Filipe Tenente e Fábio Pires. Na vertente feminina, Arlindo Matos (treinador de Grau 3) continua a comandar as equipas sénior e júnior acompanhado pela ex-internacional Sara Fatia.

«Esta é uma estrutura sólida, coesa, competente e que cresce de ano para ano pois começámos com três treinadores e neste momento formamos uma equipa de 20. Somos criteriosos na seleção daqueles que queremos ter connosco e isso tem sido fulcral para o bom desenvolvimento do projecto», garantiu o responsável da Secção de Futsal da Academia.

Quanto à mudança esta temporada, João Oliveira, um dos treinadores/fundadores do projecto a par de Arlindo Matos e Pedro Fafiães, refere que «pouco ou nada mudou», uma vez que a estrutura, no seu todo e englobando atletas e pais «continua a mesma». «Há sim uma mudança de clube, de nome, de logotipo, mas a filosofia é a mesma. Deixamos de estar ligados a uma entidade que tão bem nos acolheu, o Núcleo SCP Condeixa, e criamos uma associação nova: Academia de Desportos de Condeixa. Assim sendo, a responsabilidade da nova Academia aumenta e a ambição cresce com ela», concluiu o experiente técnico.

Leave A Reply

Your email address will not be published.